Confraria Saberes e Sabores da Beira – Grão Vasco

4.00 / 5
Adicionar aos favoritos Imprimir

Mensagem do Presidente

A Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, tem vindo a desenvolver atividades que honram o compromisso assumido à treze anos aquando da sua criação. As iniciativas centram-se essencialmente na vertente cultural onde salientamos os Capítulos Temáticos, o Festival do Caldo, as Publicações várias, a atribuição dos prémios Beirão de Mérito a entidades e personalidades que se destacam em diferentes áreas culturais, desportivas, sociais, … as Entronizações.

A Confraria tem na parte cultural a Tuna “Sabores da Música”. Esta Tuna é a estrutura da dinamização lúdica da Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, ligada ao Conselho de Artes e Tradições, no setor “Arca de Saberes da Música”.

Este Conselho tem como patrono o grande boémio, poeta e fadista viseense Augusto Hilário.

O Conselho Enófilo tem como patrono o Infante D. Henrique, Duque de Viseu. Este Conselho tem como propósitos promover eventos enófilos bem como defender e divulgar os vinhos da nossa região.

O Conselho Gastronómico tem como patrono Aquilino Ribeiro, grande vulto das letras portuguesas e beirão de alma e coração. Este conselho tem como objetivos recolher, defender e divulgar a gastronomia beirã.

De há quatro anos a esta parte, também é nossa preocupação colaborar, sempre que solicitados, com as associações criadas pelos portugueses da diáspora de forma a minimizar não só as distâncias que os separam da terra-mãe mas sobretudo dando resposta a tantas lacunas culturais que muitos sentem em relação aos usos e costumes dos nossos antepassados beirões. Por isso, foi criada, no mês de Agosto de 2014, uma plataforma internacional entre a Confraria e os Dirigentes da Diáspora visando a área do associativismo. A Confraria assumiu o cargo de Presidente da Assembleia Geral da FAD – Federação Associativa da Diáspora.

Atualmente, a Confraria é composta por mais de 400 elementos, entre Confrades e Comendadores de origem beirã espalhados por todo o país e estrangeiro. No que diz respeito aos Comendadores, gostaríamos de referir, também, alguns Embaixadores dos PALOPS, que com reconhecimento e satisfação, aceitaram o convite para fazerem parte desta, já grande, família. De salientar ainda as relações de amizade e cooperação que a Confraria tem com as embaixadas dos Emirados Árabes Unidos, do Brasil, de Moçambique, do Iraque e da Indonésia em Portugal.

Saudações Beirãs
O Almoxarife
José Ernesto Pereira da Silva

Historial

Aos dezanove dias do mês de Abril do ano 2002 nasceu em Viseu a Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, uma nova agremiação cultural que visa a preservação da cultura tradicional da Beira, em todas as suas vertentes. A escritura pública foi oficializada pelo notário do 2.º Cartório de Viseu, Dr. Sebastião Antunes, na Casa da Ribeira. Três dias depois, a 22 de Abril de 2002, a Confraria iniciou as suas atividades.

A Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, tem vindo a desenvolver atividades que honram o compromisso assumido há treze anos aquando da sua criação. As iniciativas centram-se essencialmente na vertente cultural, onde destacamos os Capítulos Temáticos, o Festival do Caldo, as Publicações várias (onde distinguimos A Importância das Confrarias Báquicas e Gastronómicas na Promoção Turística, Á Mesa com Isabel Silvestre, Alafum de Prazeres, Artes e Tradições Portuguesas I e II – publicações de 2 Congressos, Alexandre Alves – Investigador, Cônsul Aristides de Sousa Mendes, Tributo a Aristides de Sousa Mendes, Arnaldo Malho – Artes e Artistas de Viseu, Malhando o Ferro com Arnaldo Malho, Sete Olhares Sobre Viseu, oito publicações sobre o Festival do Caldo, As Plantas do Nosso Contentamento, João Alves Madeira um Homem de Viseu, Encontros com / no Tempo de João Meruje, O Pratinho da Zirpela e o Mundo Rural de Odete Madeira).

A atribuição do prémio “Beirão de Mérito” a entidades e personalidades que se destacam em diferentes áreas culturais, desportivas, sociais, empresariais. De dois em dois anos a Confraria atribui os Beirões de Mérito por altura do seu aniversário.

Já foram efetuadas nove Entronizações (6 realizadas em Viseu e 3 realizadas em Terras de Vera Cruz), sendo este, um momento alto da Confraria, uma vez que são entronizadas diversas personalidades e instituições, como confrades e comendadores.

Ao longo do ano são realizados 4 capítulos, correspondentes às estações do ano onde, para além da promoção da nossa gastronomia em restaurantes locais há sempre uma parte cultural com intervenções de oradores durante o jantar que debatem vários assuntos temáticos.

Contudo, de alguns anos a esta parte, a Confraria também se tem dedicado aos problemas sociais da sua área geográfica, levando, Natal após Natal, cabazes com bens alimentares essenciais à elaboração da Ceia de Natal e brinquedos (caso haja crianças) a famílias carenciadas. Para tal muito têm contribuído as ofertas de muitos confrades residentes em Portugal e no Brasil.

A Confraria tem a sua vertente cultural através da Tuna “Sabores da Música”. Esta Tuna é a imagem da dinamização lúdica da Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, ligada ao Conselho de Artes e Tradições, no setor “Arca de Saberes da Música”.

Este Conselho tem como patrono o grande boémio, poeta e fadista viseense Augusto Hilário.
Como grupo de cantares, “Sabores da Música”, visa não só desenvolver harmonicamente as capacidades lúdicas e artísticas dos seus componentes mas também promover a divulgação, preservação e valorização da música tradicional portuguesa.

O seu objetivo primeiro é investigar, preservar e divulgar as tradições beirãs, com especial ênfase no aspeto da tradição musical.

Para além de dinamizar os eventos da Confraria, a Tuna tem já um vasto percurso de atuações quer em Portugal quer no estrangeiro, onde se pode destacar a deslocação a França e ao Luxemburgo. Este Grupo encontra-se disponível para colaborar com todas as entidades que a solicitem.

A Confraria, atualmente, é composta por mais de 400 elementos, entre Confrades e Comendadores de origem beirã espalhados por todo o país e estrangeiro. No que diz respeito aos Comendadores, gostaríamos de referir, também, alguns Embaixadores dos PALOPS, que com reconhecimento e satisfação, aceitaram o convite para fazerem parte desta, já grande, família. De salientar ainda as relações de amizade e cooperação que a Confraria tem com as embaixadas dos Emirados Árabes Unidos, do Iraque, da Indonésia e sobretudo do Brasil em Portugal, assim como outras Instituições portuguesas e estrangeiras.

É de salientar também a participação ativa da Confraria na geminação da Câmara de Viseu e do Rio de Janeiro em 10 de dezembro de 2010, na Câmara do Rio de Janeiro e em 18 de maio de 2012 na Câmara de Viseu.

A Casa de Viseu no Rio de Janeiro e a Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, para além dos fortes laços que as unem, têm assinado desde 24 de junho de 2009, um protocolo de representatividade recíproca. Estes laços têm sido reforçados com a realização do I Capítulo Geral de Entronização levado a cabo na cidade do Rio de Janeiro, a 7 de Março de 2010, do II Capítulo Geral de Entronização realizado na mesma cidade a 24 de Março de 2013, tendo sido também realizada em 12 de julho de 2015 a III Entronização. Neste momento, no Rio de Janeiro e noutros Estados Brasileiros, contamos com cerca de 100 Confrades e Comendadores.

Estas iniciativas só foram possiveis graças ao empenho que o nosso Beirão de Mérito e nosso Embaixador António Cardão, empresário de sucesso naquele país, pôs nesta nova ligação à terra mãe através da Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”. Para além disso, sob a presidência do Dr. Flávio Alves Martins, a nova diretoria da Casa de Viseu conta com o Almoxarife da Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco”, no cargo de Diretor de Relações Públicas.

A Casa de Viseu no Rio de Janeiro atribui em tempos o título de sócio honorário e Sócio Proprietário ao Almoxarife Prof. José Ernesto. Foi-lhe também atribuido o título de sócio honorário do Clube Português de Niteroi.

Devido a todo este excelente trabalho de cooperação, foi o nosso Almoxarife, Prof. José Ernesto, distinguido no dia 10 de Junho de 2014, em reunião realizada na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, com o título de cidadão honorário da cidade do Rio de Janeiro, por proposta da Dr.ª Teresa Bergher, natural de Penalva do Castelo, no coração da Beira Alta, Vereadora do Município do Rio de Janeiro e Comendadora da nossa Confraria.

Também é de destacar o convite de outros clubes do Rio de Janeiro com quem mantemos relações muito cordiais e amigas, em que são nossos Confrades, nomeadamente:

 – Clube Português de Niteroi na pessoa do seu Presidente da Assembleia Geral, Comendador Orlando Cerveira;

–  Casa das Beiras na pessoa do Sr. Luís Ramalhoto, Vice-presidente da Direção;

–  Arouca Barra Clube na pessoa do Sr. Presidente da Assembleia Geral, Sr. César Soares;

– Presidente e Secretária da Direção da Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro, respetivamente Sr. António Paiva e Dra. Luísa Coimbra.

Por quatro vezes fomos corresponsáveis pela organização e realização do Curso Mundial de Formação de Dirigentes Associativos da Diáspora levado a cabo, o primeiro nas cidades de Viseu e Lisboa, o segundo e terceiro em Lisboa e o quarto nas cidades de Lisboa, Foz do Arelho e Caldas da Rainha. Por isso, de há três anos a esta parte, também é nossa preocupação colaborar, sempre que solicitados, com as associações criadas pelos portugueses da diáspora de forma a minimizar não só as distâncias que os separam da terra mãe mas sobretudo dando resposta a tantas lacunas culturais que muitos sentem em relação aos usos e costumes dos nossos antepassados beirões.

Por este motivo foi constituída uma Federação das Associações da Diáspora com sede em Viseu, onde foram assinados os seus Estatutos, no dia 5 de agosto de 2014, através de escritura pública, num Notário desta cidade e com a concordância dos sócios fundadores.

Esta Federação está sediada em Viseu, na Confraria, por decisão unanime de todos os seus participantes. Realizaram-se eleições para esta organização no dia 6 de dezembro de 2014 através de voto eletrónico. No dia 5 de março de 2015 realizou-se a tomada de posse no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, com a presença de todos os elementos dos Corpos Sociais. Estiveram presentes também o Sr. Secretário de Estado das Comunidades, Sr. Secretário de Estado da Juventude e elementos do corpo diplomático sedeado no próprio ministério. Todo este processo foi coordenado pelo nosso Almoxarife da Confraria Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco, Prof. José Ernesto, primeiro como Presidente da Comissão Instaladora e depois como Presidente da Assembleia – geral desta Federação da Diáspora Portuguesa.

O seu principal objetivo será dinamizar e divulgar a nossa cultura, música, gastronomia e tradições populares em parceria com todos os intervenientes, junto das nossas comunidades associativas espalhadas pelo mundo e criar intercâmbios para a consolidação das nossas tradições.
Graças a este trabalho com as comunidades portuguesas além-fronteiras, a Confraria está, neste momento, representada em 22 países (Brasil, Argentina, Venezuela, EUA, Canadá, África do Sul, França, Alemanha, Suíça, Luxemburgo, Inglaterra, Macau, Bélgica, Espanha, Andorra, Dinamarca, Uruguai, Angola, Moçambique, Iraque, Emirados Árabes Unidos e Indonésia).

Recentemente esteve representada no Canadá, na pessoa do seu Almoxarife, professor José Ernesto. O convite partiu da Casa das Beiras de Toronto, numa formação sobre tradições populares portuguesas. Nesta iniciativa, para além dos formadores idos de Portugal e do Assessor do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Dr. José Governo, estiveram presentes os ensaiadores e responsáveis técnicos de 20 clubes portugueses locais, tendo decorrido diversas ações de formação de folclore, de cultura e gastronomia. O seu Presidente da Direção, Sr. Bernardino Nascimento, também nosso Confrade, estabeleceu em nome da Casa das Beiras, antigo Clube Académico de Viseu em Toronto, um Protocolo de representatividade recíproca com a Confraria Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco.

A Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco” tem, desde há algum tempo, um representante na Suíça, na pessoa do nosso amigo e Confrade Jorge Rodrigues. Esperamos que esta parceria que agora se inicia venha a dar frutos no sentido da promoção da nossa cultura, da nossa gastronomia e dos nossos vinhos.

Com esta relação confrádica esperamos também que haja uma representatividade recíproca entre as Confrarias que cada um de nós representa, à semelhança do que já existe entre a Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco” e a Casa de Viseu no Rio de Janeiro.
Por todas estas razões é, pois, com muita honra que aceitámos o convite de apadrinhar esta nova Confraria dos Saberes e Sabores de Portugal, em Zurique e formulamos votos dos melhores sucessos na preservação, defesa e divulgação da nossa cultura em terras alpinas. Foi realizado no dia 26 de junho de 2015 a I Entronização da nossa confraria irmã em Zurique, que contou com a presença do Sr. Secretário de Estado das Comunidades, do Sr. Presidente da Câmara de Viseu, do Sr. Consul em Zurique e personalidades locais, tendo sido entronizados cerca de 40 confrades naquele país.
A pedido de dirigentes da diáspora, estão a ser preparadas futuras Entronizações em New Jersey, Luxemburgo e Argentina, no Clube Português de Esteban Echeverria em Buenos Aires entre outros.

Estamos também a elaborar um protocolo de representatividade recíproca com a CPL de Luxemburgo e um clube da Argentina (Clube Português de Esteban Echeverria). Na presente data a Confraria assinou 5 protocolos, nomeadamente com a Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro, Confraria Feminina do Vinho e do Espumante de Ferropilha – Brasil, Casa das Beiras de Toronto – Canadá, Confraria dos Saberes e Sabores de Portugal em Zurique – Suiça e Confraria Feminina do Vinho de Curitiba – Brasil. Todas estas Instituições estiveram presentes na nossa Confraria em Viseu.

Sem falsas modéstias, consideramos estar a fazer um ótimo trabalho em prol da nossa Beira e do nosso País. Exemplo disso são os muitos convites recebidos para apadrinhar novas Confrarias, para participar em inúmeros eventos a nível nacional e para coorganizar eventos a nível internacional com diversos clubes espalhados pelo mundo.

Todo este trabalho só é possível levar a cabo com a colaboração de uma equipa coesa onde o espírito de amizade, entreajuda, lealdade e altruísmo predomina. Também é justo referir o contributo, o apoio e o incentivo de diversas entidades públicas, e privadas, nomeadamente a Câmara Municipal de Viseu e Secretaria de Estado das Comunidades, para revitalizar tão justa e nobre causa.

Esperamos, também, poder continuar a recolher, preservar, promover e divulgar tudo o que à área da cultura popular e tradicional diz respeito, pois a nossa Cultura é e será sempre a marca que nos distinguirá de todos os outros povos.

Objetivos

De acordo com os seus objetivos, esta nova instituição tem os seguintes propósitos:

Art.º 1.º – A Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco” é uma associação cívica e cultural, sem fins lucrativos, de caráter privado. Tem a sua sede em Viseu, podendo criar delegações ou representações noutras localidades quando tal seja considerado necessário ou conveniente para a prossecução dos seus objetivos.

Art.º 2.º – A Confraria tem como patrono o excelso pintor renascentista Vasco Fernandes, o Grão Vasco.

Art.º 3.º – A Confraria de Saberes e Sabores da Beira, “Grão Vasco” visa:

  1. Promover e divulgar a gastronomia tradicional da Beira nas suas diversas componentes assim como os vinhos e bebidas espirituosas produzidas em terras beirãs”;
  2. Investigar e pugnar pela genuinidade da culinária autóctone da Beira”;
  3. Patrocinar a recolha de usos e costumes tradicionais dando-lhe a respectiva divulgação”;
  4. Incentivar a edição de trabalhos audiovisuais e escritos sobre cultura regional”;
  5. Realizar acções de carácter cultural que consubstanciem a defesa e a preservação do património gastro-enófilo da Beira”;
  6. Incrementar de forma pedagógica junto dos estabelecimentos de restauração e afins a preservação da gastronomia beirã.”

Estatutos

Órgãos Sociais

MESA DO NOBRE SENADO

GRÃO-MESTRE

antonio_vidal

António da Costa Vidal

MESTRE ESCRIVÃO

cristina_paula_da-cunha-pereira-gomes

Cristina Paula Da Cunha Pereira Gomes

ESCUDEIRO

jose_antonio_ruas_g_carvalho

José António Ruas G.Carvalho

ALMOXARIFADO

ALMOXARIFE

joseernest

José Ernesto Pereira da Silva

ARAUTO

venceslina

Venceslina Maria C.A. Costa e Santos

CHANCELER-MOR

antonio_meneses

António Manuel Pereira Miranda Meneses

CONTADOR-MOR

marina_oliveira

Marina Barreiros de Oliveira

VOGAL

antonio_neves

António Baptista Neves

VOGAL

ana_almeida

Ana Emília Matos Lopes de Almeida

CONFERENTE

CONFERENTE-MOR

joselopes

José Lopes Coelho

CONFERENTE-ADJUNTO

pedro_ruas

Pedro Carvalho Ruas

CONFERENTE-ADJUNTO

filipe_lourenco

Filipe Marques Lourenço

CONSELHO DE COUTEIROS - ACTIVIDADE EDITORIAL

Adelino José Ferreira Monteiro
António Figueiredo
João Manuel Meruje Dias
José Carlos Governo
José Marques Albuquerque

CONSELHO GASTRONÔMICO

MEIRINHO GASTRONÓMICO

maria_madeira

Maria Odete Nunes Madeira

CHANCELER

luis_alves

Luis Manuel Soares da Cunha Alves

CONTADOR

armanda

Armanda Monteiro Nunes de Barros

CONSELHO ÉNOFILO

MEIRINHO ENÓFILO

maria_esteves

Maria Manuela Damasceno L. Esteves

CHANCELER

jose_araujo

José Luís Araújo

CONTADOR

carlos_oliveira

Carlos Manuel Oliveira

CONSELHO DE ARTES E TRADIÇÕES

Chantre – Catarina Maria Nunes de Barros
Chanceler – João Fernando Sousa Simões
Contador – João Domingos

EMBAIXADOR DA CONFRARIA NO BRASIL

fernando_ruas

António Cardão

MANDATÁRIO DA LISTA

Fernando Correia de Almeida Ruas

CONSELHO CONSULTIVO

PRESIDENTE DO CONCELHO

joao_mendes

João Garcia Mendes

Amadeu Jorge – Empresário
António Álvaro – Responsável pela Gestão de Clientes do Estado, Autarquias e Multisite na GALP
António Lopes Pires – Inspetor de Educação
Carlos Silva – Énologo
Fausto Manuel Azevedo Reis – Diretor Bancário
Fernando Pais Lopes de Figueiredo – Presidente da UDACA e Coop. Silgueiros
Flávio Alves Martins – Diretor da Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro
Henrique Monteiro – Professor Universitário e Jornalista
João Côta – Empresário
João Paulo Gouveia – Eng. Enólogo
João Paulo Loureiro Rebelo – Secretario de Estado da Juventude e Desporto

Joaquim António Ferreira Seixas – Jurista
Jorge Loureiro – Empresário
José Alberto Pais de Sousa – Diretor do DPGPU da CMViseu
José de Almeida Cesário – Deputado
José Eduardo Arimateia Antunes – Director da Visabeira
José Frias Clemente – Presidente da Cooperativa de Penalva do Castelo
José Helder do Amaral – Deputado
Paulo Varela – COO East Africa na GALP
Ricardo Jorge Magalhães Vidal – Empresário

REPRESENTAÇÕES INTERNACIONAIS E PROTOCOLOS

Andorra – David Leonel Lopes Borges – Casa de Portugal em Andorra
Argentina, Buenos Aires – Otília M. Torres – Clube Portugûes Esteban Echevarria
Brasil, Curitiba – Sandra Zottis e Eunice Nascimento Rocha – Confraria Feminina do Vinho de Curitiva e Confraria Saberes e Sabores da Beira no Rio de Janeiro respetivamente
Brasil, Farroupilha – Curitiba – Sílvia Maria Chieli Rossi e Tânia Bartoli – Confraria Feminina do Vinho e do Espumante
Brasil, Porto Alegre – António Davide da Graça – Casa de Portugal

Brasil, Rio de Janeiro – Flávio Alves Martins – Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro
Canadá, Toronto – Bernardino Nascimento – Casa das Beiras Cultural Community Center of Toronto
EUA, São Francisco – Manuel Bettencourt – Fundação Luso American Education Foundation
França, Paris – Mário Castilho – Associação Portuguesa Cultural e Social de Pontault Combault
Suíça, Zurique – Jorge Rodrigues – Confraria Saberes e Sabores de Portugal em Zurique

Notícias

Eventos

Dezembro, 2019

Sem Eventos para este mês

Contactos

Avenida Calouste Gulbenkian,
nº 22,  3510-055
Viseu
Portugal

Sede
232 428 231

Almoxarife
917 601 211

confraria.graovasco@sapo.pt

Parceiros

Escrever comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FAÇA PARTE DO PORTAL DIGITAL DA FADFaça a sua inscrição e beneficie de todos os benefícios.