” A informação abaixa está sujeita a confirmação por motivo de que irá entrar em vigor um novo decreto lei que regulamenta a atribuição dos apoios para a Área Cultural e Movimento Associativo da Diáspora Portuguesa”, conforme informação transmitida á FAD pelo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Dr. José Luís Carneiro. “

Este espaço permite informar, apoiar e acompanhar as candidaturas para pedidos de apoio financeiro á DGACCP, onde poderemos num canal de maior proximidade estabelecer uma relação intermediária e de apoio.

Abaixo disponibilizamos o link de acesso ao regulamento dos apoios concedidos pela DGACCP, bem como os respetivos modelos de formulários de candidatura, e ainda, os formulários dos relatórios, cuja apresentação é obrigatória para as associações que beneficiem de apoio.

Neste link poderá obter:

 

  • Regulamento dos apoios concedidos pela DGACCP
  • Formulários de candidatura (preenchimento eletrónico)
  • Formulário de candidatura (preenchimento manual)
  • Formulário para apresentação de Relatório (preenchimento eletrónico)
  • Formulário para apresentação de Relatório (preenchimento manual)

Notas Importantes:

 

  1. Todas as candidaturas após devidamente instruídas, ou seja, com o formulário devidamente preenchido e anexo toda a documentação obrigatória requerida no formulário, o processo deverá obrigatoriamente ser remetido para o Sr. Cônsul da respetiva área consular da associação que se candidata, para emissão de respetivo parecer. Será depois o posto consular a enviar a candidatura para Lisboa, já com o devido parecer. Quem enviar diretamente a candidatura para Lisboa, estará a perder tempo, pois, o processo não avançará em Lisboa sem o parecer do cônsul;
  2. Para evitar perderem tempo, os documentos anexo á candidatura devem logo acompanhar o formulário, pois, isso obriga a que os serviços da DGACCP depois peçam á associação os respetivos documentos obrigatórios;
  3. Por forma a poderem acompanhar melhor o vosso processo de candidatura, após instrução da candidatura a associação deve fazer chegar o processo ao Cônsul da área consular da associação, por sua vez este após emissão do parecer remeterá a candidatura para Lisboa, para a DGACCP, que após verificação de conformidade e instrução do processo, remeterá a mesma para o gabinete do SECP e só será submetida a reunião de FRI para aprovação da mesma;
  4. Quanto mais pormenorizada for a candidatura, mais intervenientes envolver, maior for o público-alvo, mais realista for a sua apresentação, tanto maior será a probabilidade de ser aprovada e com montantes mais ajustados;
  5. Brevemente iremos disponibilizar alguns modelos quer de formulários de candidaturas, quer de relatórios de algumas associações, que poderá certamente ajudar no preenchimento dos mesmos.

Ao longo do processo de candidatura, as associações que tenham dúvidas poderão coloca-las por mail, por telefone ou através do balcão multimédia de atendimento, ao qual procuraremos dar a melhor resposta possível no maior curto espaço de tempo.

FALE CONNOSCO…SUGESTÕES, IDEIAS, CRÍTICAS, PROJETOS, EXPERIÊNCIAS,….

O email será enviado diretamente para o nosso responsável do Gabinete de Candidaturas para apoios financeiros.